Notícias

Após veto à assistência à saúde dos policiais civis, presidente do Sindepo presta homenagem aos relatores da medida no Congresso Nacional

O presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Distrito Federal (Sindepo-DF), Marcelo Portella, entregou nesta quarta-feira (9/06), um ofício ao senador Izalci Lucas e ao deputado federal Luis Miranda por suas atuações no Congresso Nacional na relatoria do Projeto de Lei Complementar nº 6/21. O PLC vetado pelo Governo Federal é oriundo da Medida Provisória nº 1014/20, que teve como objeto a organização da Polícia Civil do Distrito Federal.

Por meio de suas redes sociais, o senador agradeceu a entrega do documento e reforçou seu apoio à MP. “Agradeço a homenagem que recebi do presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Distrito Federal, Marcelo Portella, pelo nosso trabalho em apoio à MP 1.014. Aproveito para reforçar meu apoio aos policiais civis em sua luta pela assistência à saúde, que sofreu vetos presidenciais, mas ainda terá análise no Senado Federal. Contem comigo”, expressou Izalci.

Para Luis Miranda, perder esta que seria uma grande conquista para os policiais civis é algo inadmissível. “Eu acredito desde que eu entrei no cargo de deputado federal, tanto o Sinpol como o Sindepo e, principalmente, a própria Diretoria da Polícia, por meio do doutor Robson, me trouxeram essa como demanda principal da polícia, perder é inadmissível, vamos trabalhar para derrubar o veto, vamos cobrar a palavra empenhada, o voto do governo em plenário nas duas casas para que nós possamos, em acordo, como já está sendo construído, derrubar o veto e entregar para o policial dignidade, porque ter saúde é ter dignidade, é constitucional”, declara o deputado.

Portella ressalta a importância de que nesse momento sejam reforçadas a união de toda a categoria para que, juntos, consigam alcançar o êxito com a derrubada do veto. “Viemos trazer aqui, em nome da nossa categoria, um ofício de agradecimento por todo seu empenho em prol da aprovação da nossa medida provisória, que nos traria a tão sonhada assistência integral de saúde, e pedindo ainda o empenho para conquistarmos a derrubada desse veto e conseguirmos levar esse pleito a nossa categoria”, expressa o presidente do Sindepo.

As Entidades Integradas reforçam que, com o apoio de parlamentares engajados na luta em prol da categoria, irão continuar as tratativas para derrubar o veto imposto pelo governo federal, afim de restabelecer a redação original do artigo 5º do PLV nº 6/2021, prevendo-se a possibilidade da concessão de assistência à saúde aos integrantes das carreiras da Polícia Civil do Distrito Federal e seus dependentes, como já ocorre com a Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal.

Publicado em 10/06/2021

SINDEPO/DF

SCES Trecho 2, Lote 25
Dentro do Clube da ADEPOL
CEP: 70.200-002

ADEPOL/DF

SAIS Lote 02, Bloco “D”
Departamento de Polícia Especializada/DPE
CEP: 70.619-970

Siga-nos

Site7Dias